“E impelido pela minha ávida vontade, imaginando poder contemplar a grande abundância de formas várias e estranhas criadas pela artificiosa natureza, enredado pelos sombrios rochedos cheguei à entrada de uma grande caverna, diante da qual permaneci tão estupefato quanto ignorante dessas coisas. Com as costas curvadas em arco, a mão cansada e firme sobre o joelho, procurei, com a mão direita, fazer sombra aos olhos comprimidos, curvando-me cá e lá, para ver se conseguia discernir alguma coisa lá dentro, o que me era impedido pela grande escuridão ali reinante. Assim permanecendo, subitamente brotaram em mim duas coisas: medo e desejo; medo da ameaçadora e escura caverna, desejo de poder contemplar lá dentro algo que fosse miraculoso"

Leonardo Da Vinci

sexta-feira, 4 de maio de 2012

De volta a Morro do Chapéu, Maio de 2012


É bem verdade que a expedição para Morro do Chapéu realizada durante o carnaval nos havia rendido boas surpresas, mas tenho que admitir que a maior descoberta ainda estava por vir. Foi no último dia daquela viagem que, descendo de rapel em uma dolina, nos deparamos com uma enorme entrada. Uma gruta de grandes volumes e que seria o objetivo de uma próxima viagem exclusivamente para explorá-la e mapeá-la.
Esta segunda viagem aconteceu no início de Maio de 2012. Nesta ocasião, em dois dias bastante intensos, mapeamos o que parece ser uma das mais volumosas cavernas da região. Grandes salões, largos condutos, um desnível considerável e longos desmoronamentos formam a Gruta da Velha Duda, nome dado à dolina a qual a caverna pertence e já era de conhecimento de moradores locais. 
Abaixo seguem algumas fotografias. Em breve teremos pronto e publicado o mapa.
Agradecimentos especiais à CPRM e à Mylene Berbert pelo convite e apoio durante as expedições.



Texto e fotos: Daniel Menin











Participaram da expedição: 
Daniel Menin, Luciana Fakhouri, Leda Zogbi, Mylene Berbert e Jean Sebastien Moquet

4 comentários:

José Humberto disse...

Daniel,
As suas fotos estão,... São espetaculares. Parabéns! Gostei. Muito.
Qual o desenvolvimento horizontal da caverna?

José Humberto disse...

Gostei muito das fotos. Especialmente dos contraluzes... Parabéns.
Qual o desenvolvimento aproximado da caverna?
José Humberto.

Terra Sub disse...

Olá José! Obrigado pelo elogio! Ainda não tenho o desenvolvimento pois estamos iniciando a lançar os dados da topografia. Assim que terminar o mapa eu publico alguns dados bem como o desenho. Vamos ver...

Myla disse...

Opa Daniel,
Nós é que temos muito a agradecer-lhe, sua disposição em nos colocar na sua corda e nos prover toda segurança, apoio e ensinamentos na vertical da Velha Duda! E de quebra, o privilégio de aprender fotosub!!! Parabéns e muito obrigada!
Mylène Berbert