“E impelido pela minha ávida vontade, imaginando poder contemplar a grande abundância de formas várias e estranhas criadas pela artificiosa natureza, enredado pelos sombrios rochedos cheguei à entrada de uma grande caverna, diante da qual permaneci tão estupefato quanto ignorante dessas coisas. Com as costas curvadas em arco, a mão cansada e firme sobre o joelho, procurei, com a mão direita, fazer sombra aos olhos comprimidos, curvando-me cá e lá, para ver se conseguia discernir alguma coisa lá dentro, o que me era impedido pela grande escuridão ali reinante. Assim permanecendo, subitamente brotaram em mim duas coisas: medo e desejo; medo da ameaçadora e escura caverna, desejo de poder contemplar lá dentro algo que fosse miraculoso"

Leonardo Da Vinci

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Mapas de cavernas disponíveis na internet

Alguns dias após ter lançado seu site na internet, o grupo Meandros Espeleo Clube realizou mais uma inovação publicando na rede cerca de 40 mapas produzidos nestes dois anos de existência. São mapas de várias regiões do Brasil e que agora estão disponíveis a qualquer pessoa interessada. Os mapas foram disponibilizados em baixa definição e sua utilização deverá ser autorizada pelo grupo, mas é possível visualizar as cavernas e ter uma boa idéia da representatividade de cada uma delas. 
A medida mostra a posição colaborativa visando uma espeleologia aberta, transparente, onde todos os interessados podem ter acesso ao trabalho realizado. Ao divulgar abertamente seus mapas o grupo Meandros acredita que desta forma irá contribuir para a proteção das cavernas.
A Redespeleo Brasil conta com um acervo de cerca de 1.500 mapas de cavernas brasileiras. O acervo passou por um árduo trabalho de digitalização de mapas antigos, e posteriormente esse arquivo foi enriquecido com o envio de centenas de mapas digitais produzidos por grupos de todo o Brasil. A mapoteca digital pode ser consultada pelo site da Redespeleo Brasil, em www.redespeleo.org.br/mapoteca.asp, e havendo interesse por qualquer mapa, o responsável pela administração da mapoteca encaminha o contato do grupo proprietário do mapa, para que possa ser feita a consulta diretamente para o autor.
Uma importante contribuição de todos os espeleologos para o conhecimento do patrimônio subterrâneo e para o desenvolvimento das ciências relacionadas. 




Para visitar o site do meandros:

Um comentário:

Leda disse...

Muito legal Daniel! Realmente acho que no Brasil pouca gente disponibiliza os mapas, mas como você eu adoro mapas, e acho muito legal compartilhar o que fizemos com as pessoas que se interessam pelo assunto. Por isso, resolvemos abrir uma janelinha e mostrar... Espero que gostem!E se quiserem ajudar a mapear ou aprender a fazer oa mapas digitais, é só falar comigo!Bjs Leda