“E impelido pela minha ávida vontade, imaginando poder contemplar a grande abundância de formas várias e estranhas criadas pela artificiosa natureza, enredado pelos sombrios rochedos cheguei à entrada de uma grande caverna, diante da qual permaneci tão estupefato quanto ignorante dessas coisas. Com as costas curvadas em arco, a mão cansada e firme sobre o joelho, procurei, com a mão direita, fazer sombra aos olhos comprimidos, curvando-me cá e lá, para ver se conseguia discernir alguma coisa lá dentro, o que me era impedido pela grande escuridão ali reinante. Assim permanecendo, subitamente brotaram em mim duas coisas: medo e desejo; medo da ameaçadora e escura caverna, desejo de poder contemplar lá dentro algo que fosse miraculoso"

Leonardo Da Vinci

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Andes peruanos

Pelos desertos parece o Iraque, mas não é.
Pelas montanhas parece a Europa, mas não é.
Pelas selvas, parece a Mata Atlântica em pleno PETAR, mas não é.
Pelo sofrimento das trilhas parece Bulhas D'água!!!!
Mas também não é Bulhas...

É sim o Peru, em uma expedição espeleológica na Cordilheira dos Andes.

Caverna fria, com vários desníveis, entrada vertical, húmida, cheia de bichos, lama e guano. Daquelas chatinhas mesmo de explorar.
Mas os condutos e salões fósseis continuavam e ainda tinha um caudaloso rio subterrâneo para encontrar...

Foi uma viagem corrida, com muito tempo de estrada e não tanto tempo de caverna.
Fico devendo mais fotos, quem sabe, das próximas expedições que virão.


 

Um comentário:

Renata Andrade disse...

Ai que vontade de viajar....
Lindas fotos. Beijo!